As 10 moradas mais bonitas do Rio


website translator plugin

As 10 moradas mais bonitas do Rio

Décor ressalta o espírito carioca de viver

POR NILBBERTH SILVA

Construída entre os morros cobertos de Mata Atlântica e o mar, a Cidade Maravilhosa fascina brasileiros e estrangeiros. A arquitetura e o décor, é claro, não passam ao largo dessa paixão. Moradores de muito bom gosto criam suas residências de modo a reverenciar a exuberante natureza. Por dentro, as casas têm design nacional e artesanato cheios de bossa carioca. O movimento vibrante mostra que, aos 450 anos, essa antiga capital do Brasil parece muito longe da aposentadoria. Veja abaixo uma seleção especial de projetos publicados em Casa Vogue e inspire-se!

Casa Gagliasso e Giovanna (Foto: Fran Parente)

































A casa de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank
Encravada num condomínio no Itanhangá, aos pés da Pedra da Gávea, no Rio, a morada de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank tem jardim com jabuticabeira, palmeiras e uma frondosa buganvília. O local é perfeito para o casal de atores e seus cinco amados cachorros.“Os ambientes têm muito astral. Nossos amigos vêm para cá e ninguém quer ir embora”, conta Giovanna.
_________________________________________________________________________

Editoria Arthur Casas (Foto: Fernando Guerra)



























Rio de Janeiro com vista para o mar
O terreno dessa casa não tinha contato com o oceano, então os arquitetos do Studio Arthur Casas elevaram a construção, integrando-a à praia. As portas e janelas de vidro garantem amplas aberturas para a ventilação natural, e a visão da Pedra da Gávea. As pedras nos arrimos e revestimentos trazem um toque tropical. “O conceito foi a contemplação da paisagem, a vista para a água, para a exuberante flora do Rio e suas belezas naturais”, explica Arthur.
_________________________________________________________________________

Casa Arif Noor (Foto: Filippo Bamberghi)





































A voz da paisagem no alto do Joá
Estar no alto do Joá é ser confrontado pela imensa força de uma paisagem tipicamente carioca: a junção entre mar, montanha e floresta. Encantado pela vista, o empresário Arif Noor adquiriu e reconstruiu uma morada planejada nos mínimos detalhes em parceria com o escritório Fabio Barreto Arquitetura e Design. As grandes janelas de vidro criam uma transição macia, quase uma conciliação, entre interior e exterior. Em nenhum momento a decoração tenta competir com o cenário natural – a vista passeia por ele para logo depois repousar sobre a linha do horizonte, ou sobre os contornos do morro Dois Irmãos.
_________________________________________________________________________

Editorial Juliana Vasconcellos (Foto: Ricardo Labougle )





































Morada contempla o Pão de Açúcar
Foi a vista de perder o fôlego da Praia do Flamengo que fez a arquiteta mineira Juliana Vasconcellos e o marido se apaixonarem pelo imóvel de 450 m², localizado em um prédio de 1948.  A profissional procurou deixar o lugar mais minimalista, sem perder o estilo art déco original. Conectados por uma paleta de cinzas com pontos de cor, os ambientes reverenciam a onipresença do mar. E por bons motivos: “Sempre que chego aqui me emociono com a paisagem”, diz Juliana. No living, sofás discretos abrem espaço para obras de arte contemporâneas, como as telas de Amilcar de Castro e Antônio Manuel.
_________________________________________________________________________

Apartamento Bibi Ferreira (Foto: Vicente de Paulo)


















Bibi Ferreira revela seu lar no Rio
A diva do teatro Bibi Ferreira mora no Morro da Viúva, bairro do Flamengo, com vista para a Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar ao fundo e o Corcovado mais à direita. O amplo apartamento de quatro quartos, biblioteca, sala de televisão e living é decorado quase inteiramente com peças de família. Para evitar a “cara de antiquário”, Bibi de vez em quando adquire algum objeto de desejo. "A casa, para mim, significa liberdade. É o lugar onde se está completamente à vontade, e a vista me passa essa sensação”, diz.
_________________________________________________________________________

Rodrigo Quadrado - Casa (Foto: Filippo Bamberghi)





































Uma árvore na decoração da sala
O carioca Rodrigo Quadrado configurou toda a casa ao redor da imensa mangueira que ocupava o centro do terreno de 800 m² no Itanhangá, aos pés da Pedra da Gávea. A árvore, batizada de Betânia, por conta de seu aspecto majestoso, conquistou uma abertura de 3 m de diâmetro na laje que envolve seu tronco. Ela funciona como ponto focal de toda a distribuição das áreas de convivência – living, sala de jantar, cozinha e sala de TV – e ainda como uma conexão entre o corpo da residência e o jardim que circunda a construção. “A sensação é que estamos numa casa-varanda”, afirma o empresário, sócio da loja Arquivo Contemporâneo, que encomendou o projeto ao arquiteto Alessandro Sartore.
_________________________________________________________________________

Editorial Jean Michel Ruis (Foto: Filippo Bamberghi)






































A delicadeza tropical dos anos 1920
Apaixonado pelos anos 1920, o hôtelier francês Jean Michel Ruis vive em um casarão da época, no bairro boêmio de Santa Teresa. A sua morada mantém o art déco intacto na arquitetura e nos cinco quartos com vista para a Urca. “Mas gosto de outras épocas também e você encontra tudo aqui: século 19, anos 1970 e arte contemporânea". Passeiam pelos cinco quartos obras de arte, mobiliário, fotos originais e objetos de design garimpados na feirinha de antiguidades da Praça XV, zona portuária carioca, e no Marché aux Puces, além de relíquias adquiridas nos leilões mundo afora.
_________________________________________________________________________

Apartamento João Caetano (Foto: Filippo Bamberghi)


















Design 100% brasileiro na Lagoa
Com exceção das duas suítes, todos os ambientes desse apartamento de 260 m² estão absolutamente integrados, formando uma grande e única área social. A estrela desse espaço é a vista deslumbrante para a água, o verde e os principais morros da cidade ao fundo: Dois Irmãos, Pedra da Gávea e Corcovado. O cenário, projetado pela arquiteta Lia Siqueira, é perfeito para receber os icônicos móveis de design brasileiro dos séculos 20 e 21, que o proprietário, o empresário João Caetano de Almeida admira e vende nas suas lojas Arquivo Contemporâneo.
_________________________________________________________________________

Apartamento Barra da Tijuca Solange Medina  (Foto: MCA Estudio / Divulgação)














Vida nova para a cobertura na Barra
É sempre um privilégio morar de frente para o mar no Rio. Para transformar essa experiência em algo ainda mais prazeroso, um casal de meia idade com filhos já adultos chamou a decoradora Solange Medina para orquestrar um retrofit completo em sua cobertura de 700 m² na Barra da Tijuca. Do apartamento antigo só sobraram uma escrivaninha e uma cadeira Luís XV, dando lugar a espaços amplos, decoração leve e muita luminosidade natural. A planta original do imóvel foi completamente redesenhada em forma de ambientes integrados e espaçosos.
_________________________________________________________________________

013Casa da Barra da Tijuca de Bruno Carvalho (Foto: Denílson Machado/MCA Estúdio/D)




































Atmosfera suave e acolhedora na Barra
Essa casa de 2.100 m² de área na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, tem várias das características valorizadas nas residências contemporâneas. Além de muito espaço, há amplos vãos livres que permitem a integração entre os ambientes, e pé-direito elevado, o que confere imponência. Também é notável a abundância de luz natural, que entra por meio de amplas janelas que, de quebra, ajudam a trazer o paisagismo para os interiores. Para trazer aconchego, os arquitetos Bruno Carvalho e Camila Avelar ainda criaram uma área gourmet voltada para os jardins.