Morre aos 77 anos o estilista tunisiano Azzedine Alaïa


website translator plugin

Hoje o mundo da moda acordou com menos glamour. O gênio Azzedine Alaïa deixou a passarela da vida para brilhar na eternidade aos 77 anos. Estilista da Tunísia que conquistou a França com um estilo próprio e sensual. Foi o padrinho de Naomi Campbell e nunca seguiu regras e nem calendários. Ficou em evidência ao lançar o vestido longo com capuz que Grace Jones vestiu no filme 007 de 1985.

Alaïa era um dos poucos dentre os grandes estilistas que dominavam todos os períodos da criação de um modelo, e triunfou especialmente na capital francesa nas décadas de 1980 e 1990.
O estilista, que chegou a Paris na década de 70, experimentou ao longo da sua carreira com diferentes materiais, desde a malha e o stretch até o crepe e as peles.




Alaïa chegou a ser contratado pela Dior sob o comando de Yves Saint Laurent, mas, segundo lembrou hoje o jornal francês "Le Point", foi despedido cinco dias depois por não ter documentos que o permitiam ficar no país.
O tunisiano prosseguiu sua formação então com Guy Laroche e Thierry Mugler, antes de conquistar sua própria clientela com sua grife.




Alaïa criou sua marca homónima nos anos 80, e teve entre suas modelos grandes nomes da moda como Naomi Campbell e Linda Evangelista.