<

Desfile SPFW: Lilly Sarti

A moda da Lilly Sarti carrega um perfume dos anos 1970 e 1980 glam que as duas irmãs donas da marca renovam e reinterpretam a cada coleção. Com uma trajetória que já chegou a 12 anos, Lilly e Renata Sarti resolveram investigar, nesta temporada, de onde vinham suas referências recorrentes e chegaram até o guarda-roupa da mãe delas. Investigaram não só o que a mãe usava ao longo dos anos 1980, enquanto as duas cresciam, como as fotos mais antigas que costumavam circular na família (daí vêm os anos 1970). “Foi um exercício de percepção de como havíamos construído a imagem da marca. Grande parte do que a Lilly Sarti é vem da nossa infância”, conta Lilly.

A imagem da mãe “edgy e despretensiosa”, para quem nada era proibido em termos de combinações de moda, inspirou o tema da coleção, chamada “Heritage”, com a silhueta ampla e as mangas com o volume dos anos 1980, e as franjas dos 1970 aparecendo mais longas na jaqueta de couro branca ou na lateral da calça de couro preto, e também curtinhas no poncho e nas golas em formato de lenço, um dos destaques da coleção, aparecendo enfeitando vários looks, do vestido de alfaiataria xadrez cinza recortado à camisa amarela pintadinha, passando pelos looks com estampa de leopardo.

Mais uma vez, o espírito da coleção traz o equilíbrio da mulher que é sexy e cool ao mesmo tempo, graças ao mix de elementos dos dois universos feito de maneira esperta e chique (com styling de Renata Correa): a saia e a calça de couro, o animal print, a transparência de um lado, com o shape amplo, o sportswear do moletom, a alfaiataria, a gola fechada até o pescoço, as mangas longas com volumes variados do outro.